Logomarca
Telefax:
(71) 3245-2882
(71) 3235-6344

Horários de cultos:
Domingo: 9:30 h e 18 h
Quarta-feira: 19:30
UMP

DIRETORIA UMP 2013

 

 Presidente      Jorge Matheus

Vice                Daniele Rios

1ª. Sec             Mariana Crespo

2º. Sec             Andrea Bessa

Tesoureiro       Larissa

 

Conselheiro UMP- Pbtº. Marcus Lane


História

Em maio de 2011 comemoramos nossos 75 anos. Como assim? Pois se algumas UMPs já fizeram suas festas de 75 e mais?

Datas podem ser convencionadas. Nossos 75 anos significam que, a partir da reunião do Supremo Concílio da nossa igreja em 1936 houve uma a decisão de chamar todas as sociedades domésticas de jovens e as que viriam a se organizar, de União de Moços Presbiterianos – UMP. (Digesto Presbiteriano 1882-1942, pg. 20).

Em 1938 foi criada a Secretaria Geral da Mocidade, sendo o nosso primeiro Secretário o Rev. Benjamin Moraes (Digesto Presbiteriano 1882-1942, pg. 20).

Em 1946 outras denominações já haviam organizado seus órgãos nacionais e nos também o fizemos quando, em fevereiro, no Primeiro Congresso Nacional da Mocidade Presbiteriana, foi organizada a Confederação da Mocidade Presbiteriana – CMP, cujo primeiro presidente foi o jovem Tércio Epêneto Emerique.

A Mocidade Presbiteriana cresceu, a CMP esteve em todos os Estados onde existiam UMPs organizadas, colaborou na criação de Federações Presbiteriais, publicou o jornal “Mocidade” e realizou Mais quatro congressos nacionais até que, em 1960, foi extinta a CNM e desativado o seu jornal.

A juventude presbiteriana ficou triste, tirou o pé no acelerador, mas não se acabou. Em diversos pontos do Brasil houve real crescimento, foram organizadas Confederações Sinodais, e em 1986 – depois de 26 longos anos de trabalho e grandes lutas, foi reorganizada, capitaneados por Sinodais do Rio, a Confederação, recebendo o novo nome: Confederação Nacional de Mocidade.
Estamos na sexta legislatura, tivemos algumas dificuldades durante esses quase 25 anos, mas revigorados pelo Senhor, entramos neste novo quadriênio com toda a esperança de proclamarmos cada vez mais alto de que “Somos testemunhas!”, alegres na esperança, fortes na fé, dedicados no amor, unidos no trabalho.


Boletim
Número 10
Data: 10/03/2012
Clique para baixar

Livros interessantes


Crer É Tambem Pensar

Qual é o lugar da mente na vida do cristão iluminado pelo Espírito Santo? O autor defende que vivemos uma época de anti-intelectualismo. Isso se verifica particularmente em três ênfases que a igreja pode assumir: No ritual e na correta conduta – mais percebido entre os católicos; No radicalismo dos liberais da ação social – teologia liberal; Na supervalorização da experiência – percebido entre os neopentecostais. Um cristianismo de mente vazia significa miséria e ameaça ao próprio cristianismo.Qual é o lugar da mente na vida do cristão iluminado pelo Espírito Santo? Deus nos criou seres racionais; será justo negarmos a humanidade que Ele nos deu? Deus conosco se comunicou; não procuraremos entender suas palavras? Deus renovou nossa mente por intermédio de Cristo; não faremos uso dela? Temos de orar e temos de estudar.
Mapa

Veja como chegar na igreja Simples Comunicação